No Blog

Ensino Bilingue: uma das mais poderosas “ferramentas” para o futuro da criança

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Saber falar uma segunda língua não é o mesmo do que ser-se bilingue e convém estar ciente das enormes diferenças. Ser-se bilingue é ser-se ‘nativo’ de duas línguas e conseguir pensar em cada uma delas ou mesmo sonhar em dois idiomas, sem recurso a legendas ou tradutor. Num curriculum futuro ou candidatura a um cargo é a valorização que pode fazer toda a diferença.

Quanto mais cedo, melhor

No St. Peter’s International School o ensino bilingue (Português-Inglês) é uma realidade contemplada em todos os estádios e experiências de aprendizagem. Uma vertente que não se limita ao espaço da sala de aula e assume uma fundamentada extensão cultural, englobando e promovendo a imersão em celebrações de raiz anglo-saxónica e manifestando-se em vários momentos da vida escolar. A consolidação de competências ao nível da língua inglesa implica o seu uso diário em diferentes contextos e testa-se em alguns dos momentos altos da escola, como sejam as peças de teatro exclusivamente faladas na língua de Shakespeare, ou a Festa de Natal dos mais pequenos, onde se representa e se canta em inglês… e sem dramas.

As vantagens do ensino bilingue estão mais do que provadas e comprovadas, por académicos de várias áreas, incluindo a neurologia – que atesta um maior desenvolvimento de funções cerebrais relacionadas com a memória, a capacidade de concentração e de funções executivas –, e deve começar desde a nascença, se possível. Dada a enorme plasticidade do cérebro das crianças, é-lhes mais fácil a aprendizagem em simultâneo de dois idiomas, nos quais não demoram a tornar-se fluentes. Uma realidade facilmente demonstrável quando há pais que são falantes nativos de diferentes línguas e instituem os dois idiomas em casa. Ávida em novas aprendizagens, a curiosa mente das crianças tudo absorve com rapidez e de forma descomplicada, o que permite ainda a ágil correlação entre conhecimentos e uma maior elasticidade mental.

Ainda que não estivesse relacionado com vantagens cognitivas, são mensuráveis as mais-valias pessoais, profissionais e sociais de um bem consolidado ensino bilingue, mais ainda quando falamos do idioma inglês, língua aglutinadora e omnipresente no mundo contemporâneo. Cientes da importância de uma educação abrangente e internacional, pais e educadores procuram, cada vez mais, instituições de ensino que promovem o ensino bilingue ao longo dos vários graus de ensino. Familiarizados desde cedo com as duas línguas, os alunos dominarão ambos os idiomas, o que se traduz numa ferramenta/competência de enorme valor, num mundo, real e virtual, cada vez mais permeável aos novos nómadas do conhecimento.

Inglês dentro e fora de portas

No âmbito de uma educação cultural que assenta nas páginas dos livros, mas não se limita a elas, o nosso colégio promove uma viagem anual ao Reino Unido. Uma espécie de prova dos nove dos conhecimentos linguísticos adquiridos e que exige o domínio da língua em circunstâncias e ambientes culturais tão distintos quanto visitas a museus ou assistir a espetáculos, como peças de teatro e os célebre musicais londrinos. Para melhor exercitar as aptidões ao nível da língua inglesa durante o período de férias, o colégio disponibiliza cursos de verão em Londres, Nova Iorque ou outras cidades de língua oficial inglesa. Um período de duas semanas, durante o qual os estudantes ingressam num estabelecimento de ensino com todas as exigências diárias e académicas a expressarem-se na língua inglesa. É ainda uma forma inteligente e dinâmica de ensinar e valorizar as diferenças culturais, num cenário de vida quotidiana real e integradora.

Certificar os alunos com exames Cambridge é outra das preocupações do colégio, apostado numa educação multicultural que visa preparar os alunos para a vida futura.

Scroll to Top
X